QUE SAUDADE ME DEU HOJE!

Nota de pesar oficial – Basquete perde Laís Elena
13 de março de 2019
APABA Santo André – Mais Unida do que Nunca!!!!!
6 de maio de 2019
Exibir tudo

QUE SAUDADE ME DEU HOJE!

QUE SAUDADE ME DEU HOJE!

Comunidade do Basquete… Muitos ainda atletas, outros já não mais! Cada um de nós tem suas histórias preciosas. Tantas vitórias, inúmeras derrotas, incontáveis alegrias, bastante tristezas, quantos desafios, tantos superados, outros não… Caramba! Quanta saudades! Lembro dos treinos físicos, de como dormia bem de tão cansado, dos treinos em dias chuvosos, com sol, frio, calor, em quadra dura, aro descascado, redinha suja e desfiada, das disputas em treinos para usar as poucas bolas redondinhas, sem aquele famoso papo, da primeira medalha, das panelinhas criadas, dos joguinhos de 21 nas quadras de fora, de tantos que passaram pelas equipes que joguei e ficaram pelo meio do caminho, das lesões, da fisioterapia precária (FORNO, PARAFINA E ULTRASSOM), sem falar da eficaz bolsa de gelo. Quantos jogos oficiais, tantas risadas, muitos choros, sonhos destruídos, outros realizados, viagens intermináveis de ônibus, amizades (MUITAS) que duram até hoje, esperança de contratos melhores, clubes que não honraram com suas promessas, incansáveis treinos de arremessos, jogos memoráveis, decididos em segundos, noites dormidas em colchões no chão, hotéis luxuosos, cidades, estados conhecidos, mesmo que pela janela do hotel ou do avião. Bom não poderia deixar de falar dos coaches, alguns marcantes, outros passaram desapercebido, muitos competentes, outros nem tanto. Poxa!! Porque a vida passa tão rápido??? Contudo, foram dias, meses, anos tão bacanas que daria tudo para voltar 20 anos no tempo, só para entrar em quadra com aquele olhar de menino, sem temer o futuro, acreditando em cada jogada, livre para escolher qual o melhor drible e ir brincar depois do jogo terminar com meus adversários… Éééé… o Tempo é implacável, não dá chances, não perdoa, portanto, você que ainda tem a chance de mudar seu futuro, sua história, sua direção, acredite em si próprio, ame suas escolhas e se orgulhe do ser jogador, antes que tudo passe e você sinta a frustração de não ter encerrado sua carreira com o sentimento de dever cumprido. QUE SAUDADES DE VOCÊ BASQUETE! OBRIGADO POR TER ME FORMADO COMO HOMEM

Escrito por: José H. Saviani